D. Manuel decretou que crianças judias “fossem retiradas a seus pais, baptizadas e entregues a famílias cristãs que as educassem”, mas isto foi há mais de 500 anos, ainda sob os efeitos das “trevas medievais”.


A única e afamada democracia do Médio Oriente, hoje em dia retribui e muito humanamente corre com 400 crianças goyim dali para fora.

14 comentários:

Laoconte disse...

E no século XX, os aussies também tinham um program humano semelhante para os aborígenes e filhos de imigrantes.

zazie disse...

Pois é Laoconte. Isto é uma vergonha.

Mas os habituais descabelamentos por tretas como toucinho em maçaneta de porta de sinagoga, agora assobiam para o ar.

Buster disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Buster disse...

Zazie,

1)
É aborrecido expulsar pessoas, quando o que elas querem é trabalhar; mas diz-me não será essa a prática generalizada de TODOS os paises... expulsar os ilegais?

2)

Só por curiosidade, estás a par das descobertas em terreno anexo à mesquita da rocha em jerusalem, alegadamente o lugar exacto do templo?

RB

zazie disse...

Não, não estou a par. O que é que descobriram?

Quanto às criancinhas goyim, não sabia que queriam trabalhar.

Acho é que esgotaram os testes de ADN em Telaviv.

Isto vai ser uma chatice enquanto não se conseguir inventar vacinas com pedigree.

Buster disse...

Pensei que pudesses estar mais por dentro do assunto. Não sei grande coisa.

Bom, a localização daquela mesquita é 'o grande' problema entre judeus e muculmanos. A mesquita foi erigida (ao que se pensava) no local aonde alegadamente estava o 2º templo destruido pelos romanos.

O que significa que o sonho judeu de erigir o 3º templo de acordo com as escrituras desfez-se.

Agora disseram-me que as escavações ao lado dessa mesquita indicam que o 2º templo estava, não no local da mesquita, mas precisamente ao lado. O que facilita a coisa. Talvez por isso já tenham mandado fazer o mitico candelabro em ouro. Ao que dizem todos os materiais para o 3º templo foram já mandados fazer... e a cosntrução preve-se para breve.

Segundo eles creem, será nessa altura que virá o messias, que para nós cristaos era antecedido com a vinda do anti-cristo e depois a 2ª vinda vinda Cristo, altura em que Israel seria quase destruido pelas tropas do anti-cristo. Que será um judeu, segundo dizem.

Portanto, o mito que se falava de que um dia iriam construir o 3º templo como sendo algo num futuro impalpavel parece ser agora uma realidade.

Mas enfim, isto vale o que vale; foi-me dito por um amigo judeu que trabalha aqui em luanda.

RB

Buster disse...

Olha que boa porra apareço como BUSTER. Isso era para ser um blogue de apanhados da blogoesfera... mas não há tempo.

RB

zazie disse...

ahahahha

És tu malandro?

Quando 2o messias aparecer, não te esqueças de mo apresentar.

":OP

Farto-me de rir contigo. E isso é só com 14% no sangue, né? faria se fosse purinho.

Ou o contrário, porque os neófitos são sempre mais apanhados.

ahahahahah

Agora até eras capaz de defender a expulsão das crianças, contra o própria opinião de grande parte dos judeus do governo israelita.

Tal é o efeito de cegueira da marranice.

Buster disse...

«Quando 2o messias aparecer, não te esqueças de mo apresentar» zazie

ehehe, com um bocado de sorte apresentar-te-ei o anti-Ele primeiro... 'zazie este é o pencudo anti-Ele; anti-Ele esta é a anti-pencuda zazie'...

Ricciardi

Buster disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
zazie disse...

ahahhahahaha

Devia ser um encontro lindo.

E a ver qual dos dois enganava melhor.

":O)))))))

Mas estás enganado. Não sou anti-pencuda- Tenho umas embirrações com o grupo mas sou anti-sionista.
Embirrar com judeus, um a um, não embirro. Até curto a estética dos ortodoxos

":O))))))

zazie disse...

A sério. Já te disse mil vezes que desconheço o racismo.
Olha, em Londres até tenho a mania de ir tomar o pequeno almoço a Golders Green.

zazie disse...

E em Paris a parte da cidade que mais curto é o Marais medieval.

zazie disse...

Mas semi-marrano mais maluco do que tu é que não existe.

ahahahahahaha