(...)o que é chocante não é o facto de as pessoas terem dúvidas em relação ao Balbino ou ao Charrua. É tomarem partido contra ambos por puro revanchismo. É no revanchismo que se revela o pior da natureza humana e que permite explicar como é que os regimes totalitários emergem. As pessoas tomam partido pelos poderosos de forma espontânea.

João Miranda nos comentários

12 comentários:

Henrique Dória disse...

Este João Miranda é mesmo um idiota! As pessoas tomarem partido contra o Cahrrua? Mas se até o Vital Moreira pediu a demissão da anormal da DREN!
O que convém dizer é que esse Charrua é outro comissário político como a Margarida Moreira, e fazia aos outros o que ela agora faz, mas não tinha a comunicação social à pega.
Em verdade vos digo, é tudo pó do mesmo saco.Não é solidariedade que o Charrua merece. O que nós merecemos é decência. Isto é, nem Charrua nem Moreira.

zazie disse...

Ele referiu-se aos comentários no blogue. É um facto que por aqui se apanha o escol da imbecilidade. Mas é imbecilidade que respira e anda; não é absoluta fantasia de fantasmas virtuais.

Quanto à "denúncia" do Moreira foi mero fogacho- atirar para cima desta e tapar o chefe.

Paulo Pedroso disse...

A menina que gosta tanto de ir à casa dos outros disparar insultos a quem tem a veleidade de emitir uma opinião distinta da sua já tem a resposta que merece no Braganza.

Afinal de contas enganei-me. Tinha-me esquecido que em Março já tinha escrito no Braganza que o assunto do Diploma não tinha força suficiente para provocar a queda de Sócrates.

Afinal de contas, há pessoas que vão ter de engolir as acusações que fizeram e vão ter de passar aos olhos de terceiros por aquilo que são. E não é preciso escrevê-lo porque está lá tudo bem à mostra para ser lido.

zazie disse...

Olha lá, tu és maluco?
Tu acaso tens um blogue individual ou achas que quem vai a um blogue com dezenas de participantes tem de saber o que cada um escreveu no dia de S. Bento à tarde?

Está visto que és do Braganza e com esse nome qualquer pessoa achava que era no gozo com o outro. Assim como está visto, que se o Braganza tem lá aquela declaração do próprio blogue, qualquer pessoa parte do princípio que exprime uma ideia colectiva em que entram todos os seus membros.

Eu não tinha absolutamente nada de estar a par do que quer que tu tenhas escrito na vida. Como não tinha absolutamenta nada que saber que afinal esse é o teu nome, quando és colega de um paxaxa e de um escroto.
Ora! há cada maluco à solta.

Nem aqui, que é só a 2, eu exijo que as pessoas saibam de cor o que o musaranho escreve ou deixa de escrever. Nem eu me lembro, nem ele

Henrique Dória disse...

Linda menina
Sobre o assunto vai ao odisseus e vê qual a minha posição relativamente à chefe. Aliás, gostava que lá fosses para ler e comentar uma short storie.
Quanto ao idiota: uma das boas coisas que a blogosfera tem é que chamamos todos idiotas uns aos outros e todos temos razão.Maior democracia do que está não há.

zazie disse...

Que idiota?

De quem é que estás a falar? Estás a falar dessa mongalhada?

Paulo Pedroso disse...

Se eu sou maluco?????

Não! Quando muito a menina é que o deve ser. Pois que, sendo certo que não tens porque saber o que eu escrevi ou deixei de escrever para trás, também é certo que nem por isso deixaste de te sentir à vontade para me acusar de não ter escrito anteriormente o que escrevi.

Pergunta lógica: se não sabias o que eu tinha escrito anteriormente, porque é que me acusaste de não o ter dito antes? A ignorância de não saberes o que eu escrevi antes só serve para te dar espaço para desatares a insultar?

E, se tu própria admites que não sabias o que eu tinha escrito antes, que legitimidade tinhas então para me acusares de não o ter feito antes?

Estás a ver como te espalhas nas próprias armadilhas do teu raciocínio pouco lógico?

Pois não! Não eras obrigada a saber que o meu nick era o meu nome. Mas não tiveste nenhum problema em pegar por aí. Digamos que, quando faltam argumentos...

Percebeste?

zazie disse...

ahaha

Ao menos prova-se que tem dupla personalidade. A única coisa que sei é que estava a comentar com um tal luikiki e depois apareceu um sujeito que dá pelo nome de Paulo Pedroso a insultar-me, chamando-me mula aos coices.

Mais nada. Se esse Paulo Pedroso não foi v. azar. Não use nicks iguais. Até porque Paulo Pedroso só conheço um- esse que toda a gente sabe. Num blogue com um Salazar; uma Lola Chupa; um Pedro Arroja-se; um Escroto e outros no género, qualquer pessoa, que não seja mula como a sua mãezinha, poderia achar que o seu nome não era no gozo.

Agora se, para além disso tudo, até anda por lá sem concordar com os princípios, o melhor era, de facto, ir para o do seu homónimo- aí ao menos não há confusões.

Passe bem.

Paulo Pedroso disse...

Não sejas mentirosa que as provas estão lá bem à mostra.

Não venhas dizer que estavas a comentar com o luikki porque o que tu fizeste, estivesses ou não a conversar com ele, foi citar parte do meu texto, classificando-o como "novo-riquismo" que usa a "casuística em vez da cabeça".

Por isso, não te faças de santa e não queiras fugir com o rabo à seringa. Eu não te faltei ao respeito em lado nenhum. Foste tu que decidiste pegar nas minhas palavras, acusar-me de não usar a cabeça para pensar e de ter tiques de "novo-riquismo".

As provas estão lá, para quem as quiser ler. Foste tu que, sem ter sido insultada por mim, decidiste destratar-me.

E não te faças de parva porque se há coisa de que não sofro é de dupla personalidade. E a única coisa que tenho de comum com o Paulo Pedroso do PS é mesmo só o nome. Ou antes, minto. Ambos temos formação em Sociologia e ambos somos homens. E, por muito que até possa ter muitas outras semelhanças com ele, não te preocupes que elas não são extensíveis nem política, nem ideológicamente... e ainda menos noutros campos.

Para a próxima, pensa duas vezes antes de te pores a tecer considerações sobre o pensamento das outras pessoas. É que o Paulo Pedroso do Braganza fui sempre eu. Sim fui. E fui eu que disse que não estava para aturar uma "mula aos coices". Fui, sim senhor.

Mas, SÓ DEPOIS de me teres tu insultado. Tivesses tu a coragem e a civilidade de comentar sem me insultar que, podes crer, não terias levado por tabela.

E não és tu que me vais ensinar quais são ou deixam de ser os princípios do Braganza. O Braganza é um blog plural, que integra pessoas de Esquerda, do Centro, de Direita, Crentes, Agnósticos e Ateus e sei lá eu mais o quê. Só alguém muito burrinho é que poderia achar que um espço plural destes teria de congregar pessoas a pensar todas pela mesma bitola.

E, sinal sintomático, é o facto de dizeres que defendes a liberdade de opinião mas, CURIOSAMENTE, querias amarrar-me à opinião "oficial" do Braganza. Sucede que, por muito que tu construas floreados estereotipados sobre posições oficiais do Braganza, eu, Paulo Pedroso, não sou "amarrável" a nenhuma posição que não a minha.

E, só é demonstrativo do tipo de personalidade básica que tens, o facto de dizeres que defendes a liberdade de opinião mas ficaste incomodadíssima com a minha livre opinião. Ficaste tão incomodada que não tiveste nenhum problema em insultar-me (sem teres sido insultada) e em acusar-me injustamente sem conheceres o meu passado.

Paulo Pedroso disse...

E foste lá agora a insistir nesta história dos nicks.

És mesmo muito básica. Ainda não percebeste que eu só falei no teu nick porque foste tu (UMA VEZ MAIS) A PRIMEIRA a falar no meu?

Achas mesmo que eu quero saber quem és? És tão idiota que me acusas de querer ser "porteira". Mas, ó imbecilóide, vê se metes na cebecinha que, se TU TE SENTISTE NO DIREITO de te meteres com o meu nick (que é o meu nome), porque raio não haveria eu de ter o direito de me meter com o teu?

Com a diferença que, quer queiras quer não, eu NÃO TENHO VERGONHA DE DAR O MEU NOME NA INTERNET. É que, em matéria de cidadania e de liberdade de expressão, há quem se sinta muito à vontade para escrever o que quer, desde que o faça atrás de um nick. Eu, ao contrário, sempre usei o meu nome. Digamos que, se eu não critico quem usa um nick para se expressar, não estou para receber lições de cidadania porque, para todos os efeitos, estou num patamar superior aos dos nicks. Eu faço parte dos cidadãos que se expressam na internet com o seu próprio nome. Não me sinto superior a ninguém mas não recebo lições de cidadania de alguém como tu que acha que tem o direito de me insultar e ainda responde abespinhada como se fosse uma vítima.

Foste tu a primeira a insultar. Não venhas com a treta de me teres feito uma "pequena crítica". Dizer que alguém tem tiques de "novo-riquismo" e que não usa a cabeça para pensar não é uma crítica. É um insulto.

Não querias ser destratada? Não destratasses.

Ou nunca ouviste dizer que não se deve fazer aos outros aquilo que não gostas que te façam a ti?

zazie disse...

e fala e fala e fala....

ahahaha
Que coisa mais idiota. Olha lá, para não haver mais confusões, porque é que não mudas de nick e adoptas outro mais condizente para o Braganza?
Experimenta "a paxaxinha duracel". Vais ver que se torna um it e te sobe uns graus à sombra na cidadania

Com sorte, ainda te convidam para alternares com a Fatinha nos Prós e nos Contras

Wahsse disse...

Ó Zazie não me digas que eras a tal Messalina a "administradora fantasma" que apareceu infiltrada no Braganzzza Mothers e que deu origem ao seu encerramento??? Quem diria!!!