É o soporífero cor-de-rosa- bibelot de alterne; insuflável de monitor, a condizer com os bonequinhos do frigorífico.






E está enganado quem julgar que é apenas um “estado de alma”, pós-moderno e passageiro, que se vive.


É todo um programa político e de um futuro que se trata. Um alívio.


11 comentários:

João Pedro disse...

Filhota: se queres que te coma, tens de me pagar pelo menos um jantar. Vá, sossega essa piriquita.

zazie disse...

Para teres sorte com essas propostas aconselho-te a seguir o link
Por aqui, o máximo que consegues é ser insultado. E olha que em matéria de insultos até há melhor. Vai ao Renas que por lá coleccionam os insultos machões do euroliberal.

zazie disse...

De qualquer forma, para que se perceba como nasceu este post, é ler aqui

Os bonecos são mera metáfora.

João Pedro da Costa disse...

Mera metáfora é a tua prima. Os bonecos são meus.

zazie disse...

Pois são e são muito giros. O post com os bonecos já lá estava há muito tempo e nem me lembraria de dizer nada.

Tens lá a explicação e, como não deves ser ignorante, és bem capaz de entender a metáfora. Agora se ela não te agrada é outra história. E aí, nessa história, os bonecos nem vêm ao caso.

Sendo que não fiz este post nem tive a conversa com o FV por causa de ti.
Está aí o link, quem quiser que leia.

zazie disse...

O post foi feito no seguimento desta conversa

João Pedro da Costa disse...

Ah, afinal os bonecos são giros. Assim, sim, já me amansas um bocadinho. Conheces a tira Mutts de onde eles foram tirados?

zazie disse...

Claro que são giros. E gosto muito das séries dos Mutts.
Só não faço o mesmo porque prefiro a bonecada nos walpapers
ahaha
Já me estás a deixar com problemas de consciência. Ainda vou ter de fazer uma nota a explicar que a história nem era contigo nem com os teus bonequinhos
":O))
Uma treta, faço os postes em cima do acontecimento e nem penso que as pessoas podem não perceber.

Este post veio no seguimento do do António Balbino e o resto foi tal e qual como contei. Passou-se tudo em minutos e nem foi neste postal que a coisa aconteceu. Foi no Aspirina sim, mas não foi contigo. Foi a pensar alto e a achar que a imagem retratava a anomia tuga face a esta fantochada de pseudo-democracia que se vive.

zazie disse...

E agora tenho ali mais um a chatear-me por causa do Eduíno Vilar mas nem vou responder.

Não dá. Não tenho feitio para mestre escola

dragão disse...

Por mim, ter-lhe-ia indicado um determinado sítio ao fundo das costas dele onde enfiar a merda dos bibelôs também dele. Jamais me teria ocorrido qualquer outro préstimo para ambos.

zazie disse...

ahaha

Não sejas homofóbico primário. Olha que, a falar verdade, verdadinha, lembrei-me disso mas nem foi especificamente para ele. Foi para esses que se metem a 4 para serem montados por imitações de sobas africanos. O que é preciso é ser soba "anti-facista"