Acho sempre muita piada à segurança com que certos economistas prevêem o futuro.
No caso do Arroja, à falta de candeia que lhe alumie o túnel em que se enfiou, anda a dedicar-se às profecias retroactivas.

Acabou de garantir que se Portugal Brasil se tivessem convertido à Reforma não faltavam agora prémios Nobel e cientistas latinos. Em contrapartida, samba, bailarico e muito riso, só quando o rei fizesse anos.

Felizmente que Deus soube compensar estes défices com o melhor de que cá se leva.
E siga a festa do S. João Verde, mais a Bugiada.


Video publicado pelos estimados Bugios e Mourisqueiros

2 comentários:

RB disse...

eheheheh... bem resumido.

Aquele sitio precisa de ti :), há por lá um tipo de radicalismo, em alguns comentadores, que não imaginava poder existir nos tempos de hoje. Refiro-me a um que diz que as crianças deviam ser sujeitas a 'tratamentos coercivos' para aprenderem a discplina e o rigor.

RB

zazie disse...

eheh
Estás a referir-te ao D. Costa?
O D. Costa é rabeta, não admira que se excite muito com umas palmadas no traseiro.

":OP

O que me mata a rir são aquelas famílias de emigrantes que vão lá fazer-lhe perguntas como se ele fosse um oráculo.

E ele leva muito a sério a possibilidade de ser bruxo e responde por monossílabos.

ahahahahaha