O maradona e os comedidos do chazinho blogosférico. A ler enquanto está online

Esta questão do código de conduta da blogoesfera tem cá um interesse que não vos digo nem vos conto. Daniel Oliveira e Pedro Mexia prestaram declarações à TVNet sobre esse magno problema, que divide nações. Daniel Oliveira acha que os blogues devem estar sujeitos às regras que já existem para o resto da nossa vida: a lei e a consciência. Pedro Mexia, pelo contrário, acha rigorosamente o mesmo.


Espero ansiosamente por novas trocas de ideias, talvez mesmo um Prós e Contras. Tenho já, a esse respeito, umas propostas alinhavadas, que a Fátima Lima, perdão, a Fátima Campos Ferreira, querendo, poderá aproveitar. De um dos lados do estúdio sentar-se-iam as pessoas com a opinião de Daniel Oliveira e Pedro Mexia, ou seja, a totalidade da população portuguesa. Do outro, Joaquim Jorge.


Não sabem quem é Joaquim Jorge? Joaquim Jorge é um blogger do Clube dos Pensadores. Tomei contacto com Joaquim Jorge e o seu inefável blogue através da mesmíssima reportagem em que ouvi o Daniel Oliveira e o Pedro Mexia.


Joaquim Jorge devolve-nos os seus pensamentos num sotaque impecável, que é uma mais valia em si. Para além disso, e sobre a magna questão, Joaquim Jorge acha que nos blogues "tem que haver algum respeito, e maneiras".


Enquanto me esforçava por pensar no que é que Joaquim Jorge quereria dizer com isso do "respeito" e das "maneiras", fui atropelado pelo seu pensamento seguinte, que reproduzo, palavra por palavra: "acho que deve haver opiniões mas com argumentos responsáveis e válidos".


Com o devido "respeito", mas talvez sem "maneiras", Joaquim Jorge é maluco. E se não é maluco, é parvo. Quer então dizer que eu agora vou ter que explicar com "argumentos responsáveis e válidos" porque é que sonhar com um mundo (blogoesférico ou outro) em que só se permitam opiniões "com argumentos responsáveis e válidos" é, muito sinteticamente, uma loucura?


Não estou, naturalmente, para isso. Diz Joaquim Jorge mais adiante, com grande consternação, que já teve que "retirar alguns comentários" do seu blogue "porque tinham impropérios" e ele é "contra isso".


Diga-me cá, oh Quim, o que você queria era apagar este post, não era? Está assinado com pseudónimo, emite uma opinião sem argumentos (quanto mais "argumentos válidos e responsáveis"...), contem os impropérios "maluco" e "parvo", tudo num tom geral de uma enorme falta de "respeito" pelo cidadão Joaquim Jorge.... tudo apagadinho, era isso, não era?

3 comentários:

; -) disse...

Eu cá por mim o que acho é que o (cidadão, vilão, aldeão, não sei) Joaquim Jorge queria mesmo era ser enrabado com todo o respeito e responsabilidade e com um argumento bem válido, tamanho família.

zazie disse...

Não desfazendo, também me parece que sim...

":O))))

Luis Gourgel Silva disse...

Realmente não entendo estes ataques pessoais, gostava que vissem o seguinte link http://clubedospensadores.blogspot.com/2006/11/no-havia-necessidade.html, e emitissem a vossa opinião.